Boulevardier

E se trocássemos o gim pelo whisky na hora de preparar um Negroni? Se você nunca pensou nesta combinação, precisa prova o Boulevardier Bitter&Co. Preparado com bourbon, bitter e vermouth rosso, este coquetel de nome francês nasceu na Paris dos anos 1920, pelas mãos de um norte-americano.

Playlist Boulevardier.

Boulevardier.jpg

Boulevardier

O Negroni para quem curte whisky

E se trocássemos o gim pelo whisky na hora de preparar um Negroni? Se você nunca pensou nesta combinação, precisa prova o Boulevardier Bitter&Co. Preparado com bourbon, bitter e vermouth rosso, este coquetel de nome francês nasceu na Paris dos anos 1920, pelas mãos de um norte-americano.

É que durante o período da Lei Seca, o bartender Harry McElhone saiu dos Estados Unidos para montar um bar na Cidade Luz. E como era de se esperar, o endereço virou ponto de encontro de outros americanos, como Arthur Moss, o editor da revista The Boulevardier.

Feliz com a descoberta do drink feito com whisky, Moss decidiu compartilhar a dica com seus leitores que passaram a se referir ao coquetel usando o nome da publicação. Desde então, o Boulevardier deixou de ser um termo apenas para se referir aos “mauricinhos” franceses e ganhou um significado muito maior.

Assim como o Negroni, este coquetel normalmente é servido em um copo baixo, com gelo e um twist de laranja-Bahia. E, no caso do engarrafado Bitter&Co., o momento ganha ainda uma trilha sonora especial com a playlist temática.